Solicitação de exames na consulta com o psiquiatra

0

Não é incomum que os pacientes se surpreendam ao sair de uma consulta com um psiquiatra com um pedido de exames de sangue. Sim, diversos elementos dosáveis no sangue nos ajudam no tratamento da mente!

É importante checarmos como está o funcionamento hepático e renal, por onde são metabolizados os medicamentos; a função da tireoide – pois sem os hormônios bem organizados não é possível a regulação do humor (há uma influência direta!); um hemograma completo para verificar uma possível anemia, por exemplo, trazendo sintomas que se confundem com depressão (desânimo, cansaço fácil, fraqueza..); e a dosagem vitamínica (especialmente quanto à vitamina D, que exerce influência direta sobre a serotonina, tem um post inteiro sobre isto logo abaixo!).

Além disso, algumas medicações, como os derivados anfetamínicos utilizados para tratamento de TDAH e alguns antidepressivos, precisam de exames mais específicos, como do funcionamento cardíaco, por exemplo.

O cuidado em saúde mental precisa ser global, ou não há tratamento efetivo!

Compartilhar

Sobre a Autora

Dra. Lygia Merini

Médica Psiquiatra pela Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), especialista em Psiquiatria e membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Atualmente atua apenas em seu consultório particular. Anteriormente atuou como preceptora no Ambulatório de Dependência Química da Unidade de Álcool e Drogas (UNIAD) e também como preceptora no Ambulatório de Saúde Mental da Mulher, ambos vinculados à Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Além disto, é especialista em dependência química pela UNIFESP e concluiu curso em Pesquisa Clínica (Principles and Practice of Clinical Research) pela Universidade de Harvard (Harvard Medical School – EUA).

Deixe um comentário