Eu posso mudar?

0

Sim, desde que haja firme propósito e persistência!

Hoje tive contato com um conceito novo para mim: “what you practice, grows stronger”, ou seja, o que você pratica/ treina/ persevera, cresce e se fortalece em você. Seja gentileza e compaixão, ou raiva e rancor.

São vários os caminhos de modificação possíveis, um deles, a plena consciência de si mesmo; a observação sincera e compassiva sobre si para então se trabalhar o crescimento pessoal. E aqui faço uma ressalva: é extremamente difícil fazer isso quando se está adoecido. A ansiedade, a depressão, os abusos, enfim, todos os adoecimentos mentais, modificam nossa percepção de mundo e de nós mesmos, engessando nosso comportamento, nossos pensamentos e sentimentos. Quando se percebe essa rigidez e isto se mostra maléfico a si mesmo e as pessoas queridas, certamente é hora de buscar ajuda profissional.

Posto em seguida um vídeo muito interessante sobre este conceito! Espero que possa ser útil!

Compartilhar

Sobre a Autora

Dra. Lygia Merini

Médica Psiquiatra pela Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), especialista em Psiquiatria e membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Atualmente atua apenas em seu consultório particular. Anteriormente atuou como preceptora no Ambulatório de Dependência Química da Unidade de Álcool e Drogas (UNIAD) e também como preceptora no Ambulatório de Saúde Mental da Mulher, ambos vinculados à Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Além disto, é especialista em dependência química pela UNIFESP e concluiu curso em Pesquisa Clínica (Principles and Practice of Clinical Research) pela Universidade de Harvard (Harvard Medical School – EUA).

Deixe um comentário